Inscreva-se agora

Conheça Vitor: de Sales Ops a Product Manager

Vitor utilizou o bootcamp do Le Wagon como uma ferramenta para alcançar o seu objetivo: se tornar Product Manager. Confira a história de sucesso desse ex-aluno em mais um Alumni Story.

Conheça Vitor: de Sales Ops a Product Manager
Compartilhar artigo
 
  
Existem vários caminhos para se tornar Product Manager, o caminho que eu segui e sei que dá certo foi o de aprender programação. 



Como conheceu o Le Wagon?


Antes de iniciar, namorei a Le Wagon por muito tempo. Tanto tempo que cheguei a indicar para um amigo meu, que fez o bootcamp, aprovou e me indicou de volta. Não lembro bem, mas acredito que acabei o encontrando após algumas pesquisas por cursos de programação na internet.

E por que decidiu fazer programação?


Eu tinha curiosidade em aprender, quando comecei a procurar sobre programação, minha vontade nunca foi de fato me transformar em um desenvolvedor, mas era uma skill que eu tinha muita vontade de me aprofundar.

Minha formação é de administrador de empresas, minha carreira no início foi muito voltada para negócios e operações. Mas, no final da minha experiência na WeWork comecei a ter contato com produto sendo analista, sem tecnologia envolvida. Até porque a no Brasil não tinha time de desenvolvimento. Comecei a gostar muito da área de produto nesse momento. 

Você trabalhava com o que? 


Antes do bootcamp, trabalhava na WeWork. Fiquei lá por 3 anos e meio, e trabalhei desde operações até estratégia de vendas. Na minha última experiência, fui recrutado para trabalhar com produto, mas ainda sem conexão com tecnologia. O produto da WeWork é o próprio prédio, nós devíamos pensar em toda a experiência dos usuários. Com isso consegui desenvolver analogamente algumas rotinas ligadas a área de produto. 

Durante a pandemia, quando eu finalmente parei para pensar sobre a minha carreira, me veio o estalo - quero ser Product Manager - e Product Manager ou pouco ou muito, você vai trabalhar com tecnologia. Então decidi fazer o bootcamp full-time do Le Wagon.

Então você iniciou o bootcamp sem interesse em virar desenvolvedor?


Quando comecei até pensei que poderia gostar tanto de codar que iria para uma carreira de desenvolvedor. Mas no fim, fui na pegada “o bootcamp será um aprendizado e vai incrementar as minhas habilidades para ser Product Manager". E foi o que aconteceu, hoje sou PM na Loft.

Muitas pessoas afirmam que para ser PM não é necessário saber de tecnologia, que basta vir de uma escola de negócios e tá tudo certo, mas na minha opinião, acredito que é necessário conhecer de tecnologia para entender tudo o que está acontecendo ao seu redor. 
Na Loft, existem muitas conversas de tecnologia que só entendo por conta do bootcamp do Le Wagon. As pessoas estão falando e eu consigo fazer parte da discussão, e isso é algo que considero muito importante para a função de Product Manager. 

É bem difícil ser PM, sem ter sido PM antes. É um cargo que exige experiência, e é mais difícil quebrar essa barreira sem ter um diferencial, consegui isso com o meu background, que tinha negócios, UX, design e tecnologia


O que você mais gostou do Le Wagon?



Quando a esmola é demais o santo desconfia. Era difícil acreditar que em 9 semanas você aprenderá o suficiente para se tornar desenvolvedor, mas terminei o bootcamp com a certeza de que se eu quisesse seguir a carreira de programador, eu conseguiria. Eu não tinha absolutamente nenhum conhecimento antes, fiquei maravilhado com a forma com que construímos tudo no final.  Nunca imaginaria que com 9 semanas de bootcamp, eu estaria fazendo aquele front-end que eu fiz. Foi muito gostoso tudo aquilo. Dia após dia você sentir que estava aprendendo uma nova coisa.


Como foi seu projeto final? 


Meu projeto foi o GGBee, um site que consegue captar as estatísticas relacionadas às transmissões do game League of Legends e retornar informações para pessoas que gostariam de investir ou saber mais sobre o mercado. Ele utiliza uma API que se conecta com o YouTube obtém todos os stats de comentários, likes, views e torcida nas partidas do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLOL).

GGBee foi o projeto que Vitor Dal Pra fez parte em seu projeto final no Le Wagon
 

A ideia é que um cara que queira investir em um time de LoL, entre no site e consiga perceber qual o time tem maiores chances de ter um retorno financeiro com base no engajamento da torcida.  Era um projeto embrionário de um dos meus parceiros de grupo.

Você disse que estava curioso para aprender uma habilidade nova, por que optou por escolher Web Development e não Data Science ?


Eu não queria recomeçar minha carreira, talvez esse também seja o motivo de eu não ter seguido a carreira de desenvolvedor. Eu ainda queria me manter no mundo empresarial, e me tornar desenvolvedor era algo muito radical para mim. Optei por fazer Web Development para desenvolver as skills técnicas para ser Product Manager. Além disso, essa área tem um contato com o consumidor final de uma forma que Data Science muitas vezes não tem, já que este é mais focado em modelo, pesquisa e previsão. 

Você tem uma mensagem para quem quer ser Product Manager e fazer o curso do Le Wagon?


Você não vai programar sendo PM, mas como eu disse antes, você vai estar envolvido com tecnologia. Você vai trazer o viés do negócio para a discussão sobre a construção de um produto digital, sobre a visão deste produto. Você vai precisar saber como funciona uma API, por exemplo. O produto que você gerenciar pode ser algo sem front, totalmente técnico. Se você não sabe como funciona, como impacta o usuário, entendo que fica difícil gerenciar. 

 
Atualmente, Vitor é Product Manager na Loft
 

Então, você vai ter que aprender sobre tecnologia num nível mais avançado. Para mim, a maneira mais divertida de aprender, foi fazendo o Bootcamp da Le Wagon. É muito recompensador aprender algo novo que antes era extremamente complexo.

Além disso, se você estiver em transição de uma área menos técnica, mostrar para as empresas que você está interessado em tecnologia, e disposto a se aprofundar e absorver é muito importante.   

Em resumo, existem vários caminhos para se tornar Product Manager, o caminho que eu segui e sei que dá certo é o de aprender programação.

 
Deseja saber mais sobre o nosso curso de 9 semanas?
Go further illustration

Você tem interesse em estudar no bootcamp de programação número #1 do mundo?

Estamos em 44 ao redor do mundo

Laptop illustration