Inscreva-se agora

O que é melhor para aprender a programar: cursos online ou bootcamps de programação?

Qual a melhor opção para acelerar seu aprendizado de tecnologia? Bootcamps de programação ou cursos online? Nossa aluna Silvia que experimentou ambos métodos dá seu relato em primeira pessoa e compartilha algumas dicas sobre quando escolher um ou outro.

O que é melhor para aprender a programar: cursos online ou bootcamps de programação?
Compartilhar artigo
Antes de se juntar ao Le Wagon, Silvia trabalhou por cinco anos no setor de finanças, interagindo bastante com o time de desenvolvimento. Ela se encantou com o que era possível se conseguir com apenas algumas linhas de código, e isso despertou seu interesse pela área de software. Ela acabou tomando a decisão de mergulhar de cabeça no mundo da programação e começar a construir suas aplicações por conta própria.

Sentamos com Silvia para conversamos sobre sua decisão de passar dos cursos online gratuitos para um bootcamp online em tempo integral. 

👩‍💻 Aprendendo com as plataformas online


Meu primeiro contato com código foi através de uma plataforma gratuita chamada Freecodecamp, que oferece exercícios e desafios que te guiam através das primeiras etapas para se tornar um desenvolvedor web. No princípio achei fascinante e completei super rápido o primeiro curso que te ensina a construir páginas responsivas usando HTML5 e CSS3. 

Este curso foi excelente na medida em que me permitia estudar no meu próprio ritmo. Mas eu também comecei a sentir dificuldade com a quantidade de conteúdo e acabei me dando conta de que tão difícil quanto estudar a programação em si é conseguir entender como aprender e o que tópico devo estudar em seguida. 

Além disso, não tem "accountability" ou comunidade em um curso online. Havia um forum, mas eu era muito tímida para fazer perguntas e acabava não interagindo com os outros alunos. Sem datas para entregar os "deveres de casa" e sem o incentivo da comunidade, foi fácil perder o ritmo e não atingir minhas próprias metas.

Frequentei o curso do Freecodecamp por três meses até que percebi que eu precisava ir para a próxima fase. Comecei a ler histórias sobre as pessoas que se tornaram desenvolvedores web e o Le Wagon acabou aparecendo algumas vezes nestas buscas. Bom, o resto é história!

👩‍💻 Como foi sua experiência dentro do Le Wagon, comparado com sua experiência online?


Foi intensa e acelerada

Durante as primeiras semanas do programa, eu passei literalmente meus dias e noites codando, focada em entender os conceitos básicos de programação graças aos flashcards oferecidos pelo Le Wagon e construindo mini projetos todos os dias. O programa em si é extremamente acelerado — na segunda semana já estávamos vendo programação orientada a objetos e, na metade do programa, eu já tinha construido minha primeira aplicação usando Rails. 

Sem o bootcamp, eu provavelmente estaria ainda usando meu tempo tentando aprender o básico e sem conseguir construir grande coisa. Quando me formei eu já podia ser considerada uma engenheira de software com um portfólio para impressionar as empresas.

Um plano de estudos estruturado

Para uma novata, é muito difícil saber o que estudar e em que sequência. Durante o bootcamp a gente segue um currículo bem estruturado, num ritmo bastante acelerado e sob a orientação de um time fantástico de instrutores. Cada módulo do currículo é otimizado para maximizar seu aprendizado, com um foco muito grande na repetição.

Networking & trabalho em grupo é essencial

A não ser que você opte pela carreira de freelancer, a maior parte do tempo de sua carreira de desenvolvedorea vai ser gasta colaborando com outras pessoas em um time. Eu tive a sorte de cair em uma turma com colegas apaixonados, divertidos e motivados, construir apps juntos me deu uma ideia de como dividir o trabalho dentro de um time e colaborar de forma eficiente. Na verdade, durante a entrevista para a empresa onde trabalho hoje, me perguntaram se eu já tinha tido a experiência de trabalhar em time – acredito que a experiência dentro do bootcamp me preparou para este trabalho. 
Silvia e seus colegas no Impact Hub

Ajudando sua carreira durante e depois do bootcamp

Muitos estudantes de um bootcamp estão buscando uma mudança de carreira, então o suporte com carreira está integrado dentro da dinâmica do bootcamp. Os instrutores me orientaram na minha busca, desde o momento das candidaturas até receber as primeiras ofertas, o que não demorou muito. Ajudou muito ter gente mais experiênte me orientando neste momento, dando dicas, conectando com os recrutadores.

Depois de algum tempo acabei conseguindo um trabalho como desenvolvedora em uma startup de forte crescimento em Tokio, que já tinha contratado outros alunos vindos do Le Wagon.
Então pra concluir:
Cursos online, feitos inteiramente no meu ritmo, me deram uma fundação sólida no momento inicial e me mostraram um pouco do que é o mundo da programação. Se você tem um orçamento limitado, tem bastante tempo de sobra e disciplina pra manter o ritmo, pode ser uma ótima opção para aprender. 

Por outro lado, se você está interessada em um mudança de carreira rápida e precisa de ajuda para se manter motivada, um bootcamp vai ser vital para seu crescimento.

Obrigada Silvia por seu tempo e desejo o melhor para sua nova carreira em tecnologia! ❤️

Deseja saber mais sobre o nosso curso de 9 semanas?
Continue lendo
Learn to code

Como fazer um business plan para sua startup

Spoiler alert: o melhor business plan é esquecer do excel e aprender a botar a mão na massa

Graduate stories

Como me tornei um desenvolvedor full stack: Juan Couso

Juan Couso nasceu na Argentina e se mudou para o Brasil com 14 anos. Concluiu o curso de Engenharia Elétrica pela Universidade Mackenzie no Estado de SP e hoje, após fazer o bootcamp da Le Wagon construiu sua carreira na TI

News

Mercado de Tecnologia & Desigualdade de Gênero: Woman's Code

Ainda existe muita desigualdade de gênero no mercado de tecnologia. 72% dos alunos graduados nos cursos STEM nos EUA são homens. Woman's Code é uma iniciativa de duas estudantes que querem mudar isso.

Você tem interesse em estudar no bootcamp de programação número #1 do mundo?

Estamos em 39 ao redor do mundo