Inscreva-se agora

Conheça as mulheres do Le Wagon Brasil 🇧🇷

Como elas conseguiram entrar no setor de tecnologia e que dica elas têm para você

Conheça as mulheres do Le Wagon Brasil 🇧🇷
Compartilhar artigo
Me chamo Milene e sou uma dessas mulheres. Em outubro de 2018 eu vim da França para me juntar ao bootcamp em tempo integral do Le Wagon no Rio e conseguir alcançar meus objetivos empreendedores. Eu fiquei tão inspirada e impressionada pela experiencia que decidi ficar no Brasil e me juntar ao time do Le Wagon no Brasil.

Durante meu primeiro ano como bootcamp manager tive a sorte de encontrar mulheres incríveis que como eu vieram ao Rio para aprender a codar e mudar suas vidas para melhor.

Aqui conto algumas dessas histórias:

Diana

| Antes do Le Wagon — Tech Recruiter 

| Depois do Le WagonFudadora da Workals

📍 Londres, Inglaterra
Diana codando a Workals em dezembro de 2019
 “Eu penso que existem pouquíssimas carreiras que oferecem a flexibilidade, satisfação e diversão que eu encontrei na tecnologia”

Qual a sua dica para as mulheres que querem entrar no setor de tecnologia? " Minha dica é dar um passo de cada vez. Não tenha medo de perguntar. Não é fácil o tempo inteiro, mas vale a pena!"

Tayler

| Antes do Le Wagon Creative Assistant na Netflix 

| Depois do Le WagonCreative Technologist na Buck 

📍 Los Angeles, EUA
Tayler no Rio de Janeiro, setembro de 2019
"Eu estava trabalhando em Los Angeles para uma das melhores startups do setor de cinema, cercada de gente incrível... mas não me sentia mentalmente desafiada e o trabalho não me preenchia completamente", ela explica.

Um dia ela se viu de joelhos, dando tapas no roteador pra fazer o wifi pegar e estressada por causa de uma reunião. "Eu literalmente parei e me perguntei que diabos era aquilo que eu estava fazendo... eu percebi que eu poderia estar usando meu cérebro em uma carreira que me preenchesse melhor e mais alinhada com minhas habilidades e interesses — como viajar! Se o melhor que existe na indústria do cinema era isso, então eu sabia que era hora de buscar uma mudança."

Qual a sua dica para as mulheres que querem entrar no setor de tecnologia? "Seja gentil consigo mesma! E tenha coragem de falhar quando tentar algo pela primeira vez. Você tem que treinar sua cabeça pra ver o erro como oportunidades para se aprender  —  tanto em programação quanto na vida! Um dia uma chave vai virar e você vai sentir como se tivesse superpoderes."

Floriane

| Anges do Le Wagon — Project Finance Manager

| Depois do Le WagonFull Stack Engineer for Descomplica

📍 Rio de Janeiro, Brasil

“Eu estava frustrada com a falta de criatividade no meu trabalho anterior e queria criar coisas.” Ela começou com um curso online de programação mas achou que seria difícil chegar a um nível profissional assim. Foi aí que decidiu fazer o bootcamp do Le Wagon no Rio.. “Eu fiquei maravilhada pela abertura da comunidade de programadores e programadoras!” ela diz, falando sobre o time de desenvolvedores de seu trabalho atual.
Floriane no Rio de Janeiro, março 2019
Qual a sua dica para as mulheres que querem entrar no setor de tecnologia? "Começar com um curso gratuito online pra ver se você de dá bem com a parte lógica, especialmente a parte de resolver problemas. Resolver problemas é uma parte grande da sua vida de programadora  —  então busque estar segura que você ama isso!"

Amy

| Antes do Le Wagon Assistente social

| Depois do Le WagonFull Stack Developer na SpeakEasy

📍 San Francisco, EUA

Amy entrou na área social porque queria ajudar pessoas e começou a achar que estava encontrando alguns obstáculos. Ela pensou que havia muito a ser feito e era possível causar um impacto no mundo — trabalhando atrás das telas por exemplo. Hoje ela trabalha para uma empresa que ajuda pessoas com recursos limitados concorrerem a cargos políticos e está muito feliz com o trabalho que está fazendo — "Não foi fácil, mas valeu a pena"
Amy em sua cidade natal, Denver
“Por mais que eu tenha sofrido por não ser o estereótipo, eu gosto de quebrar paradigmas.”

Qual a sua dica para as mulheres que querem entrar no setor de tecnologia? "Tenha paciência. O processo leva tempo — como aprender qualquer nova habilidade! Mas você é tão capaz quanto qualquer outra pessoa, e você vai provavelmente trazer uma perspectiva nova para um mundo que precisa desesperadamente delas."

Kamrin

| Antes do Le Wagon — Consultora de carreiras

| Depois do Le Wagon — Nômade digital, desenvolvedora freelancer 

📍 Buenos Aires, Argentina — por hora! 🌎
Kamrin no Rio de Janeiro, Dezembro de 2019
Qual a sua dica para as mulheres que querem entrar no setor de tecnologia? “Minha dica é ignorar a síndrome do impostor. Pare de se questionar se você tem valor. Criar produtos traz um sentimento de empoderamento e excitação. Queria ter começado a fazer isso antes.”

Danielle

| Antes do Le Wagon — Especialista em Marketing Digital

| Depois Le WagonFull Stack Developer na Beep Saúde

📍 Rio de Janeiro, Brasil
Danielle no escritório da Beep Saúde, no Rio de Janeiro
“No meu trabalho anterior, eu dependia tanto do time de desenvolvedores. Eu sempre precisava de pedir ajuda pra alguém do time pra fazer o que tinha que ser feito. A partir deste ponto eu percebi que o que eu precisava realmente para ser mais independente era entender programação.”

Qual a sua dica para as mulheres que querem entrar no setor de tecnologia? “Comece com alguns cursos básicos online. Se sua cidade tem comunidades de programadoras como as Rails Girls, Pyladies ou outras iniciativas similares que encorajam mulheres a aprender a programar, junte-se a elas!”

Representatividade é importante.  É importante para mim salientar as histórias destas mulheres, para que você mulher se identifique com suas histórias, se inspire e ouse sonhar tão grande quanto elas sonharam!

No Rio até o momento nunca tivemos uma turma no Le Wagon onde a maioria fosse de mulheres, nem mesmo metade disso — e já fazem três anos que estamos rodando bootcamps no Rio!

Como um time, decidimos oferecer bolsas de R$1.500,00 para todas as mulheres que se candidatarem ao nosso bootcamp antes do fim do mês. 

Indo além, se este incentivo não é o suficiente para você, temos outras soluções de financiamento como o Income Share Agreement — estude agora, pague depois!

Fale com a gente se você quer saber mais 💌
Milene, Bootcamp Manager no Rio e Ana, Bootcamp Manager de Sao Paulo
Mais uma vez, obrigada a Diana, Tayler, Floriane, Amy, Kamrin e Danielle por compartilhar suas histórias comigo e por inspirar mais mulheres a se fazerem parte do mundo da tecnologia.

Que venham mais histórias inspiradoras 🌱

Milene

PS: Clique aqui para mais informações sobre nossos bootcamps de programação no Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte 👋

Deseja saber mais sobre o nosso curso de 9 semanas?
Continue lendo
Learn to code

React JS: Por que esse framework frontend de Javascript é tão poderoso?

Aqui você vai entender as nuances da biblioteca de javascript React JS e compreender tecnicamente quais características a torna tão poderosa, para que grandes empresas como Facebook e Twitter a utilizem no core de seus negócios.

Learn to code

Transformando código em dinheiro

Eu e meu sócio somos amigos acima do CNPJ e completamente diferentes na forma de fazer acontecer, porém o respeito pela computação nos faz entender que nem sempre os clientes estão certos e que mais vale as pessoas do nosso lado do código do que do outro lado da mesa.

Learn to code

Bootcamps de programação funcionam?

O que são Bootcamps de programação e o que se aprende neles.

Você tem interesse em estudar no bootcamp de programação número #1 do mundo?

Estamos em 39 ao redor do mundo