Inscreva-se agora

Qual é o salário médio para programadores Ruby on Rails?

O salário de um Ruby on Rails Developer varia, mas bate a casa dos US$ 71 k / ano, segundo pesquisa da Stack Overflow.

Qual é o salário médio para programadores Ruby on Rails?
Compartilhar artigo

Quanto ganha um desenvolvedor Ruby on Rails?


Quanto ganha um Ruby on Rails Developer? Essa é uma dúvida pertinente a quem começa a estudar a linguagem. É bom ressaltar que o salário varia. E muito. No Brasil, paga-se em média US$ 11,71 mil por ano, ao passo que nos Estados Unidos, chega-se a um salário de US$ 130 mil anual.

Mas não custa nada lembrar que o salário pago na área também é baseado na experiência. Portanto, sabe-se que o (a) profissional do nível Sênior ganha muito mais que alguém que está no nível Pleno ou Júnior.

Fato é que a linguagem Ruby on Rails é uma das mais desejadas. Isso porque ela tem algumas características, como:

E, então, quer saber mais sobre como é trabalhar na área, quanto o mercado paga e um pouquinho da história do Ruby on Rails? Acompanhe o restante do artigo.

Como surgiu o Ruby on Rails?


Só para deixar claro, o Ruby é uma linguagem de programação de alto nível desenvolvida no Japão e lançada em 1995. O seu designer Yukihiro Matsumoto desenvolveu a própria linguagem após não encontrar as funcionalidades que precisava em Perl e Python, que têm muitas semelhanças com o Ruby. Já o Rails é um framework que surgiu em 2003 e influenciou muito o desenvolvimento de aplicativos.


Portanto, os developers dessa área exercem tarefas que estão envolvidas nas áreas de design, escrita, teste e depuração de código. Basicamente, eles criam aplicativos da web desde o passo inicial.

Existem pelo menos 270 linguagens de programação, segundo o índice Tiobe. Mas o Ruby é uma das mais usadas, ocupando a 10.ª posição em projetos que estão no GitHub.

Na verdade, o Ruby on Rails é uma extração de David Heinemeier Hansson durante o desenvolvimento do gerenciador de projetos Basecamp. O projeto foi lançado em 2003 e desde então vem atraindo os DEVs. 

Mais especificamente os iniciantes em desenvolvimento de sistemas, que encontram no Ruby uma linguagem mais prática e intuitiva. A ideia é justamente essa, ser leve e até divertida.

Aliás, não se sabe ao certo quantos developers trabalham nessa linguagem no Brasil e no mundo. Contudo, a comunidade de rubistas é bem ampla. Até a pandemia da Covid-19 existiam muitas conferências e reuniões de networking rolando, além de muitas meetups e uma comunidade digital bastante ativa.

Portanto, se você tem interesse em aprender mais sobre a linguagem, certamente você encontrará muita informação mundo afora.

Quais as vantagens de usar o framework Rails?


Basicamente, o Rails é o principal framework de Ruby. Por isso, muita gente prefere falar só Rails para se referir ao Ruby on Rails, que é um projeto de código aberto escrito na linguagem de programação Ruby.

Sendo assim, como todo framework, o Rails permite construir aplicações de modo muito mais ágil, fazendo com que a sua produtividade aumente muito mais devido às funcionalidades.

Dessa forma, a linguagem acaba sendo a preferida dos DEVs que trabalham em startups, pois ela faz a jornada de trabalho render mais e acaba por agilizar a entrega de protótipos. Por outro lado, as corporações ainda preferem linguagens um pouco mais engessadas como Java e PHP.

Devido à agilidade que proporciona, o Ruby on Rails é bastante usado no desenvolvimento de aplicativos e sites, principalmente os orientados à banco de dados, já que ele possibilita aplicações baseadas em estruturas pré-definidas.

Quais sites foram construídos com base no Ruby on Rails?


E, então, até aqui você já pode dizer que quer se tornar um especialista nessa linguagem? Se você acha que ainda é cedo, vejo exemplos de sites construídos com base no Ruby on Rails.

  1. Airbnb
  2. Hulu
  3. Pitchfork
  4. Soundcloud
  5. Basecamp
  6. Codecademy
  7. Github
  8. HEY
  9. Shopify
  10. Twitch
  11. Zendesk
  12. Square
  13. Cookpad
  14. Le Wagon rsrs!

Agora, depois dessas informações mais técnicas sobre o Ruby on Rails, vamos ao que interessa: a média salarial do developer que trabalha com essa linguagem. Acompanhe o próximo tópico.

Os salários pagos em Ruby on Rails são compensadores?


Quando se fala em termos de Brasil e do mundo, há uma grande diferença na média salarial paga ao developer que atua na área de Ruby on Rails.

Dessa forma, é bom lembrar que a realidade da economia brasileira está muito distante da de países como os Estados Unidos. Por isso, não é de se espantar tamanha diferença.

Só para visualizar melhor essa colocação, trouxemos aqui duas fontes: o Stack Overflow, que é o site mais popular entre os especialistas em programação, e os sites de vagas de emprego Neovoo e Glassdoor.

Portanto, segundo a pesquisa “2020 Developer Survey Stack”, da Stack Overflow, um Ruby on Rails Developer ganha em média US$ 71 mil dólares por ano em diversos países. Porém, quando se isola os Estados Unidos na pesquisa, segundo critério da própria Stack Overflow, o salário anual chega a US$ 130 mil.

A pesquisa, concluída em fevereiro de 2020, teve 64.416 respostas, sendo 2,82% referentes ao Brasil.

Ruby on Rails no Brasil

Entretanto, o Brasil está abaixo da média mundial. Segundo levantamento do site Glassdoor, o brasileiro que atua nessa área ganha uma faixa salarial de R$ 4.040,00 por mês, ou seja, R$ 48.480,00 por ano. Portanto, convertendo para dólar, a média é de US$ 9,02 mil por ano.

Mas o levantamento do site Neovoo é mais animador. Considera-se que o (a) programador (a) dessa área ganhe em torno de R$ 63 mil por ano no Brasil, ou mais precisamente US$ 11,71 mil por ano.

Ruby on Rails no Mundo

Levando-se em conta a pesquisa da Stack Overflow, o Ruby está entre as linguagens usadas entre os developers mais bem pagos no mundo. Para se ter uma ideia, o Ruby aparece em 5.º lugar na lista dos developers com os mais altos salários, com US$ 71 mil/ano, ao passo que o primeiro lugar é ocupado pelo Perl, com US$ 76 mil/ano.

Mas quando se leva em conta apenas os Estados Unidos, a média salarial é ainda maior. Nesse caso, o Ruby surge em 6.º lugar, com US$ 130 mil/ano. O primeiro lugar do ranking é ocupado pelos DEVs que atuam com Scala, com salários na casa dos US$ 150 mil/ano.  

Níveis de experiência

Assim como nas demais profissões, os (as) programadores (as) que são mais experientes têm salários mais altos. Por isso, se você está no início da profissão, não desanime!

As vagas para Ruby on Rails Developer costumam pagar, em média, os seguintes salários no Brasil:


Veja, por outro ângulo, o levantamento do PayScale sobre o aumento salarial em termos mundiais, conforme os anos de experiência do Ruby on Rails Developer. Lembrando que os valores são em dólar.


Nesse sentido, além da idade, outras características que impactam na formação do salário de uma pessoa desenvolvedora nessa área são:


Você se identifica com essa linguagem? Gostaria de ficar mais alinhado à abertura de vagas nesse mercado? Veja a seguir como funciona a Coodesh, startup especializada em recrutamento e seleção de developers.

O que é a Coodesh e como funciona a plataforma de vagas?


A Coodesh é uma startup que ajuda empresas a encontrar talentos tech. Para isso, ela dispõe de um time de especialistas em recrutamento e seleção da área de desenvolvimento. Ela também possui uma plataforma que utiliza a inteligência artificial para identificar as habilidades dos candidatos. 

A startup foi fundada em 2019 no programa de aceleração Founder Institute, em Belo Horizonte-MG.  

Com a metodologia usada, a Coodesh se torna uma aliada das empresas e startups que conseguem otimizar o tempo para preenchimento de uma vaga na área tech e encontrar profissionais para levar mais qualidade às equipes. 

Já para as pessoas desenvolvedoras, a plataforma da Coodesh é uma oportunidade para encontrar vagas em empresas e startups de diferentes ramos. Diariamente, surgem novas vagas no site para profissionais com domínios nas mais diversas linguagens. 

Sendo assim, para as empresas ela é uma ferramenta valiosa na otimização do tempo e no melhoria das contratações. E para os candidatos surge como um meio para localizar as principais vagas abertas no mercado.

Para se candidatar às oportunidades, é só se inscrever gratuitamente no site da Coodesh, na página de vagas. Você pode ainda acompanhar nosso blog com conteúdos sobre o mercado tech e as possibilidades de carreiras. 



Deseja saber mais sobre o nosso curso de 9 semanas?
Continue lendo
Learn to code

Quando utilizar CSS Grid ou Flexbox? Dicas de um Desenvolvedor Frontend

As vezes é bem difícil decidir entre CSS Grid e Flexbox na hora de criar o seu layout, nesse artigo você vai entender as particularidades de cada tipo de layout e quais casos em que cada um deles é mais adequado.

Graduate stories

De advogada desempregada a engenheira de software em um ano

A história contada na primeira pessoa da Patricia, ex-advogada que virou dev back-end na Loft, uma das poucas startups unicórnios do Brasil.

Learn to code

Mulheres da Tecnologia — Sim, elas fazem a diferença!

Mulheres programando, a diferença que elas fazem no mercado.

Você tem interesse em estudar no bootcamp de programação número #1 do mundo?

Estamos em 39 ao redor do mundo